segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Internautas ajudam a implantar inteligência humana em robôs

Robôs com inteligência artificial avançada são capazes de vencer um campeão de xadrez, mas têm dificuldade para executar tarefas tão simples quanto preparar uma tigela de cereal com leite.


Cientistas começaram a resolver isso dando um passo atrás: implantaram nos robôs inteligência humana, "natural", capturada via web, com ajuda de internautas.

 
A abordagem se baseia no uso de autômatos que aprendem por demonstração: uma pessoa guia a máquina em uma determinada tarefa, e depois ela repete o que o usuário fez. A ideia surgiu há três décadas, mas problemas práticos impediam o progresso.


"A coisa mais difícil para os robôs é entender o que os humanos querem deles", explica Chad Jenkins, da Universidade Brown, de Rhode Island (EUA), um dos cientistas que têm aprimorado o aprendizado robótico.

É por causa da dificuldade de comunicação, em parte, que robôs versáteis como Rosie, a babá do desenho "Os Jetsons", só existem na ficção. O treino por demonstração só funciona se o robô cumpre a tarefa sob as exatas condições de aprendizado.

Se colocamos uma jarra de leite, uma caixa de cereal e uma tigela numa mesa, podemos ensinar um robô a despejar cereal e leite na tigela. Ao mudarmos os objetos de posição, porém, o autômato fica incapaz de repetir a tarefa sem emporcalhar a mesa.

Cientistas como Wolfgang Ertel, da Universidade de Ciências Aplicadas de Ravensburg em Weingarten, na Alemanha, têm conseguido superar esse problema projetando novos tipos de algoritmo, a "mente" matemática dos autômatos. Kate, a robô criada pelo grupo, é capaz de localizar uma xícara em uma mesa, posicioná-la numa cafeteira e ligar a máquina.

Repetindo a demonstração e mudando a posição do objeto algumas vezes, a robô "entende" o desejo do pesquisador. Ertel recebeu agora uma verba de € 2 mihões para continuar o projeto e tentar fazer Kate realizar tarefas mais complexas.

Alguns movimentos, porém, são tão difíceis para um robô que exigem centenas de repetições da demonstração. Nos EUA, Jenkins resolveu esse problema com o crowdsourcing, a prática que divide atribuições trabalhosas em uma multidão de pequenas tarefas via internet.

Bastou conectar o robô à web e deixá-lo à disposição de quem estivesse disposto a contribuir com o aprendizado do autômato. Deu certo: o cientista já conseguiu ensinar um pequeno robô a navegar em um labirinto.

Fonte: http://noticias.bol.uol.com.br/tecnologia/2011/10/30/internautas-ajudam-a-implantar-inteligencia-humana-em-robos.jhtm


Em principio poderemos colher benificios por esta inovação.
Esperemos que não venha a descambar,e no futuro acabe por compremeter a existência da espécie humana...

Sites como YouTube e Twitter podem ser banidos nos Estados Unidos


Se você acha que os Estados Unidos passam por problemas demais atualmente, acredite: a situação pode piorar. A publicação de uma lei pelo Senado e pela Câmara dos Representantes do país pode bloquear o acesso a vários sites que funcionam a partir de conteúdo compartilhado pela internet, como o YouTube, o Facebook e o Twitter, entre outras páginas.


De acordo com o Digital Journal, trata-se da chamada Internet Blacklist Bill (ou Protect IP), um projeto de lei que pode impor uma lista negra de endereços que seriam totalmente bloqueados de servidores e mecanismos de busca. Isso aconteceria porque o projeto tem como alvo sites com conteúdo postado por usuários, como o YouTube e as diversas redes sociais.

A partir da lei, os próprios sites (e não os usuários) serão responsabilizados por todo o conteúdo postado no endereço, desde vídeos até comentários. Ou seja, se você inseriu um trabalho com direitos autorais que não pertencem ou não foram entregues a você, o vídeo no YouTube, a música no Myspace ou a postagem no Twitter não seriam só apagados – o site inteiro ficaria fora do ar.

O controverso projeto está sendo chamado de censura nos Estados Unidos. A lei ainda não tem data para entrar em prática. Alguns sites de protesto, como o Demand Progress, falam que as páginas podem ficar fora do ar enquanto essa questão não for resolvida.

As Câmaras responsáveis pela promulgação e aplicação da Internet Blacklist Bill vão se reunir com especialistas e membros de sites que podem sofrer maiores danos para discutir a viabilidade do projeto – e se ele vai mesmo ser publicado com essas medidas radicais de bloqueio.

No país que se ufana ser o da liberdade...Censura...?

Fonte: http://www.tecmundo.com.br/projeto-de-lei/14809-sites-como-youtube-e-twitter-podem-ser-banidos-nos-estados-unidos.htm#ixzz1cJjrHYRr

sábado, 29 de outubro de 2011

Esfera Voadora desenvolvida pelo Ministério da Defesa Japonês

Asteroide passará perto da Terra no dia 8 de Novembro

Imagem feita em 2010 do asteroide: cientistas esperam melhorar resolução com aproximação da Terra


São Paulo- Cientistas da Nasa se preparam para um importante evento: a aproximação de um asteroide de 400 metros.

O 2005 YU55 estará, em seu ponto de aproximação, no dia 8 de novembro, a 324 mil km da Terra – ou 85% da distância até a Lua. A última vez que uma rocha desse tamanho chegou tão perto do planeta foi em 1976, e a próxima passagem de um asteroide tão próximo e tão grande será em 2028.

Esta também é a menor distância que o 2005 YU55 já chegou do nosso planeta nos últimos 200 anos (ele tem uma trajetória bastante estudada e passa próximo à Terra, Marte e Vênus). Apesar disso, a Nasa garante que não haverá nenhum problema com a passagem: a força gravitacional do asteroide não terá efeitos detectáveis em nós, nos mares ou placas tectônicas do planeta.

Ao invés de representar perigo, o asteroide é uma grande oportunidade de estudo. Pesquisadores se preparam para usar as antenas de 70 metros da rede Deep Space em Goldstone, Califórnia.

Com ondas de rádio, o equipamento começará a rastrear o objeto na manhã do dia 4 de novembro, durante duas horas. Depois, o monitoramento continua com 4 horas de observações diárias entre 6 e 10 de novembro.

No dia 8 de novembro, a aproximação máxima do asteroide, um novo equipamento começará a coletar dados sobre o corpo: o Arecibo Planetary Radar Facility, em Porto Rico. O objetivo é conseguir, com as ondas de rádio, obter imagens com resolução de 2 metros por pixel.

A Nasa recomenda que astrônomos amadores usem telescópios com abertura de no mínimo 15 cm. A aproximação maxima será às 15h28 PST (10h28, horário de Brasília).

Fonte: http://info.abril.com.br/noticias/ciencia/asteroide-passara-perto...

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Principe Charles revela ser parente do Conde Drácula

«Romeno que inspirou personagem era ligado à bisavó do britânico

Londres - Eles sempre tiveram em comum o fato de serem nobres e ‘assustadores’, mas agora é oficial: o príncipe Charles, da Inglaterra, é parente distante do conde romeno Vlad, o Impalador, que inspirou o personagem Conde Drácula. O próprio Charles, primeiro na linha de sucessão ao trono britânico, revelou o curioso parentesco ontem.

Futuro rei comprou até fazenda na Transilvânia, terra do ‘vampiro’  

O príncipe fez a revelação durante um programa de televisão. Segundo ele, a árvore genealógica da dinastia Windsor, atualmente no poder no Reino Unido, tem pontos em comum com a do conde romeno que governou a região da Valáquia no século XV e lutou contra a invasão dos turcos. Vlad teria sido um ancestral distante da bisavó de Charles, a rainha Maria.

A imprensa britânica já desconfiava que Charles e Vlad tinham parentesco e a suspeita aumentou em 2006, quando o britânico comprou uma propriedade na região da Transilvânia. Ele também participa de iniciativas de proteção aos bosques locais.

“A genealogia mostra que sou descendente de Vlad, o Impalador, então, tenho um pouco de interesse no país”, brincou o britânico.

O Impalador, que tinha o sobrenome Draculea, ganhou fama mundial depois que o escritor Bram Stoker criou um personagem vampiro inspirado nele no romance ‘Drácula’, em 1897.


Há relatos de que o Vlad original foi responsável pela morte de milhares de inimigos. Seu método de execução preferido era impalá-los em estacas de madeira.»

Fonte: O Dia Online

Aínda nem sei o que pensar disto...






domingo, 23 de outubro de 2011

Técnicas de destruíção financeira

"Let´s make money" - Ex-assassino económico Jonh Perkins



sábado, 22 de outubro de 2011

O Homem que disse a verdade nos Estados Unidos

Um cidadão Brasileiro com quem recentemente tenho mantido contacto deu-me conhecimento do video que vai aí abaixo.



LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...