terça-feira, 31 de dezembro de 2013

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Ingleses dizem ter provas de vida alienígena que veio parar na Terra

Pesquisadores ingleses anunciaram ter provas de vida alienígena que veio parar na Terra, após um experimento em agosto passado. A descoberta considerada "revolucionária" foi publicada no periódico especializado Journal of Cosmology nesta quinta-feira (19).
O grupo de biólogos moleculares da Universidade de Sheffield diz ter encontrado os pequenos organismos após soltarem um balão na estratosfera terrestre, a 27 quilômetros de altitude, durante a chuva de meteoros Perseidas - fenômeno que ocorre todo ano, geralmente em agosto, quando a Terra passa por um jato de 'destroços' deixados pelo cometa Swift-Tuttle em seu trajeto ao redor do Sol.
Segundo o professor Milton Wainwright, que liderou a pesquisa, dificilmente as partículas surgiram no nosso planeta, pois elas são muito "grandes" para levantarem do chão até essa camada intermediária da atmosfera. Apenas uma violenta erupção vulcânica poderia fazer isso com os organismos, garante, algo que não foi presenciado na região de lançamento do balão científico nos últimos três anos do período de amostragem, a chuva de meteoros.
"Na ausência de um mecanismo que pudesse levar as partículas de 'grandes dimensões' para a estratosfera, só podemos concluir que as entidades biológicas têm origem no espaço. A conclusão, portanto, é que a vida está constantemente chegando à Terra a partir do espaço. Ela não se restringe ao nosso planeta e quase certamente não se originou aqui."
O balão carregava tubos microscópios que só foram expostos quando chegaram a uma altitude entre 22 quilômetros e 27 quilômetros, evitando contaminação durante a coleta do "material espacial". A equipe afirma que precauções rigorosas foram tomadas durante todo o processo, da amostragem à análise.
O equipamento foi lançado perto de Chester e aterrissou intacto na região de Wakefield, trazendo "um fragmento de diatomácea e algumas entidades biológicas incomuns da estratosfera, todas muito 'grandes' para serem da Terra".
Wainwright afirma que o próximo passo é confirmar os resultados  em um novo teste com balões em outubro, durante a chuva de meteoros associada à passagem do cometa Haley, quando haverá uma grande quantidade de poeira cósmica sobre o globo terrestre.
"Esperamos encontrar mais micro-organismos novos ou incomum. Se a vida continuar vindo do espaço, então nós teremos de mudar completamente a nossa visão da biologia e da evolução. Novos livros terão de ser escritos", empolga-se o professor.

Fonte: http://noticias.uol.com.br/ciencia/ultimas-noticias/redacao/2013/09/20/ingleses-dizem-ter-provas-de-vida-alienigena-que-veio-parar-na-terra.htm

Americano com levedura no intestino fica bêbado sem ingerir álcool

Paciente foi diagnosticado com 'síndrome da fermentação do intestino'.
Doença que faz entranhas produzirem álcool foi descrita em periódico.


Um artigo na publicação "Journal of Clinical Medicine" descreve uma síndrome causada pela presença excessiva do fungo Saccharomyces cerevisiae, que transforma açúcares em álcool, no trato intestinal de um paciente de 61 anos, deixando-o embriagado mesmo sem ingerir bebida alcoólica.
Esse fungo é popularmente conhecido como levedura, elemento primordial para a fabricação das cervejas e produção de pães.
Os pesquisadores da Faculdade Panolla, do Texas, descreveram o caso do homem dos Estados Unidos, que foi diagnosticado em 2010 com a rara doença chamada de síndrome de fermentação intestinal.
Segundo o site da “NPR”, rádio pública aemricana, o paciente foi tratado em um hospital de Cartago, também no Texas. A vítima se internou reclamando de tontura e um teste de bafômetro revelou nível elevado de álcool no sangue. No entanto, o homem afirmou que não havia ingerido bebida alcoólica naquele dia.

Levedura em excesso

Os médicos ficaram perplexos e decidiram pesquisar o que acontecia com ele. Após testes realizados por especialistas, foi detectado que o trato intestinal do homem agia de forma diferente do normal, produzindo álcool.

A condição rara funciona da seguinte maneira: o fungo fermentava os açúcares presentes em todo amido ingerido (encontrados em massas ou refrigerantes) e os transformava em etanol.
O tratamento foi feito com a ajuda de remédios que combatem fungos, além de uma dieta que restringiu a ingestão de açúcares, carboidratos e, claro, álcool, durante seis semanas. Após dez semanas de tratamento, o nível de álcool no sangue foi totalmente eliminado.
Os primeiros casos de síndrome da fermentação do intestino foram descritos no Japão. Houve alguns poucos relatos de pessoas com essa doença nas últimas três décadas, sendo que dois deles foram com crianças – uma menina de 12 anos e uma outra de 3 anos.

Fonte: http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2013/09/doenca-causada-por-fungo-da-cerveja-faz-intestino-produzir-alcool.html

Mãe é condenada após filho usar camisa com frase "sou uma bomba"

A mãe e o tio de um menino de três anos que foi ao colégio com uma camisa com as frases "sou uma bomba" e "Jihad, nascido em 11 de setembro" foram condenados nesta sexta-feira em Nimes (sul da França) a penas de prisão condicional.

O tribunal de apelação de Nimes condenou a mulher, Bouchra Bagour, a um mês de prisão condicional e a pagar 2 mil euros de multa. O irmão, Zeyad Bagour, recebeu pena de dois meses de prisão condicional e multa de 4 mil euros por apologia do crime. Em abril, a mãe e o tio foram absolvidos em primeira instância, mas a promotoria apelou da decisão.

O tio, que deu a camisa de presente para a criança, se defendeu afirmando que era apenas uma piada. "Não vi mal algum", disse. Ele afirmou que a frase 'Sou uma bomba' é utilizada por todo mundo e que "Jihad, nascido em 11 de setembro" é realmente o nome do menino e a data de nascimento.

O tribunal também ordenou uma indenização por danos e prejuízos à prefeitura de Sorgues, onde o menino está matriculado. A defesa dos acusados considerou a decisão do tribunal de apelação "surpreendente" e anunciou que vai apelar ao tribunal de cassação.

Fonte: http://noticias.terra.com.br/mundo/europa/mae-e-condenada-apos-filho-usar-camisa-com-frase-sou-uma-bomba,42df4b9ac8631410VgnCLD2000000dc6eb0aRCRD.html

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Jovem faz cirurgia de emergência após ter ereção por 4 dias

Caso ocorreu em Honduras com rapaz de 22 anos.
Chamada de priapismo, ereção prolongada provoca fortes dores.


Um jovem de 22 anos foi operado com urgência no Hospital Escola Universitário de Tegucigalpa, em Honduras, após ter relatado ao urologista que tinha uma ereção havia quatro dias. O hospital informou ao G1 que o rapaz admitiu ter tomado medicamento para ter a ereção. Ele chegou ao centro médico na terça (10) e, após ser operado, teve alta na quarta (11).
O médico que o atendeu, Denis Chirinos, disse que nos últimos três meses teve quatro pacientes em condições similares, com idades de 14 a 35 anos. O estado de ereção permanente durante horas ou até dias se chama priapismo e causa fortes dores. A saída, em muitos casos, é fazer uma cirurgia para drenar o sangue do pênis, deixando-o flácido novamente. Foi o que aconteceu com o paciente de 22 anos.
Caso o sangue fique acumulado por muito tempo e coagule, há o risco de ser necessária uma amputação. O hospital alerta que a falta de regulação da venda de medicamentos para ereção em Honduras faz com que muitos homens tomem doses indiscriminadas sem necessidade.

Hospital que recebeu o paciente com ereção prolongada (Foto: Reprodução/Facebook/HospitalEscuelaUNAH)
Hospital em Tegucigalpa recebeu o paciente com ereção prolongada (Foto: Reprodução/Facebook/HospitalEscuelaUNAH)

Fonte: http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2013/09/jovem-faz-cirurgia-de-emergencia-apos-ter-erecao-por-4-dias.html

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Parlamento britânico com mais de 300 mil acessos a sites pornográficos

Dados oficiais revelam que entre maio de 2012 e julho de 2013 foram mais de 300 mil as tentativas de acesso a sites com conteúdos pornográficos a partir de computadores do parlamento britânico.
Os números foram cedidos pelo próprio parlamento e surgem na sequência de um pedido feito pelo "The Huffington Post". De acordo com os dados oficiais, durante cerca de um ano, foram mais de 300 mil as tentativas de acesso a sites pornográficos através de computadores do parlamento.
De acordo com o jornal, ao todo trabalham, no órgão britânico, cerca de 5 mil pessoas, entre deputados e restantes funcionários. O pico de tentativas foi registado em novembro de 2012, com mais de 114 mil acessos, seguido de abril deste ano, com cerca de 55 mil acessos.
As tentativas de conexão caíram de forma drástica, para 15, em fevereiro deste ano. O segundo menor número, foi registado em junho de 2013, onde foram feitas apenas 2013 tentativas. Questionado pelo "The Huffington Post", um porta-voz da Câmara dos Comuns não explicou os motivos das oscilações.
Já em fevereiro deste ano, o "Daily Mail Online" revelava que, no período de sete meses, tinham sido registados 5 mil acessos a um site de encontros extraconjugais a partir de computadores do parlamento do Reino Unido.
"Um utilizador pode aceder a um site que contem links opcionais ou automáticos, ou 'pop-ups', que são registados como tentativas", disse o porta-voz ao "The Huffington Post". Em entrevista ao jornal, o representante acrescenta que não vai "restringir a capacidade do parlamento de levar a cabo pesquisas".

Fonte: http://www.jn.pt/PaginaInicial/Mundo/Interior.aspx?content_id=3403287

Documentário revela que movimento FEMEN é liderado por um homem que chama putas às mulheres

 

Um novo documentário revela que o movimento feminista ucraniano FEMEN foi fundado e é controlado por um homem, que grita com as mulheres e chama-lhes putas.

 

De acordo com o «Ukraine is not a Brothel» («A Ucrânia não é um Bordel»), Victor Svyatski escolhe a dedo as raparigas mais bonitas para a realização dos protestos públicos em topless.
O movimento tem ganho destaque na imprensa em todo o mundo, com contestações à discriminação sexual e política, através de «acções mediáticas cuidadosamente orquestradas» protagonizadas por jovens mulheres de tronco nu, segundo o The Independent.
Mas agora, o documentário de Kitty Green, de 28 anos, da Austrália, diz que é Svyatski quem está por trás de tudo.
«[O FEMEN] é o movimento dele e ele é que escolhe as raparigas», disse Green à imprensa. «Ele escolhe as mais bonitas porque vendem mais jornais. As mais bonitas de todas vão parar à primeira página... e isso torna-se na sua imagem, tornou-se na forma de eles venderem a marca».
Green disse que Svyatski estava inicialmente reticente em aceitar falar perante as câmaras. Quando finalmente aceitou, tentou justificar o seu papel dentro da organização, reconhecendo o paradoxo de ser o «patriarca» no seio de um movimento feminista.
«Estas raparigas são fracas», diz no documentário. «Elas não têm força de carácter. Nem sequer têm o desejo de serem fortes. Em vez disso, mostram que são submissas, sem coragem, sem pontualidade, e muitos outros factores que as impedem se tornarem activistas políticas. Estas são qualidades que temos que lhes ensinar», afirmou o «patrão».
Quando Green perguntou a Svyatski se tinha iniciado o movimento para conseguir ter mais raparigas, o homem respondeu «Talvez sim, a um nível subconsciente».
No documentário, um elemento do movimento explicou que a relação das raparigas com Svyatski é «semelhante» ao «síndrome de Estocolmo» (quando o refém se apaixona pelo captor).

Fonte: http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=654427




Garoto sofre de síndrome que faz com ele que não pare de sorrir

Devido a problema genético, ele também tem dificuldade para andar e falar.
Mãe percebeu o problema ao notar que criança não se concentrava.



O menino britânico Ollie Petherick, de dois anos, sofre da síndrome de Angelman, um problema genético raro. Além da dificuldade de aprendizado e de locomoção ocasionada pelo problema, outro sintoma da doença é que ele carrega um sorriso permanente em seu rosto. As informações foram publicadas no "Daily Mail".
A família vive na cidade de Devizes, no Reino Unido. A mãe, Annie Campbell, conta que notou que havia algo errado com o filho quando constatou que ele não conseguia concentrar-se. Aos seis meses de idade, já era possível perceber que seu desenvolvimento não era tão rápido quanto o do irmão mais velho.
Ela levou o garoto ao hospital, onde foi constatado que o problema era neurológico. Antes mesmo do diagnóstico final, ela já estava convencida de que o filho tinha a síndrome de Angelman, doença que ela tinha conhecido ao ler sobre o assunto em uma revista.
Annie conta que começou a pesquisar tudo o que pode sobre o assunto na internet e passou a frequentar grupos de apoio a mães de crianças com a síndrome.
“Eu me preocupo com ele no futuro e me pergunto como saberei se alguma vez ele ficar chateado ou triste, quando a Síndrome de Angelman faz com que ele fique tão feliz todo o tempo”, diz. Ela conta que, por enquanto, o sorriso do filho faz com que todas as dificuldades valham a pena.

Fonte: http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2013/09/garoto-sofre-de-sindrome-que-faz-com-ele-que-nao-pare-de-sorrir.html

Homem é condenado a segurar cartaz em que diz ser um idiota

O americano Richard Dameron, 58 anos, do Estado de Ohio, foi condenado pela Justiça a uma pena incomum: terá de passar três horas por dia durante uma semana diante de uma delegacia de polícia segurando um cartaz de desculpas, em que ele diz ser "um idiota".

Dameron foi acusado de ameaçar policiais durante telefonemas para o serviço de emergência da polícia americana, o 911. Ele diz que estava alcoolizado no momento das ligações. "Peço desculpas aos policiais por ter sido um idiota ao telefonar e ameaçá-los de morte. Peço desculpas e isso não vai ocorrer novamente", diz o cartaz carregado por Dameron.

O mesmo juiz que o condenou já havia aplicado a estranha penalidade antes: forçou uma mulher a carregar um cartaz dizendo ser uma idiota depois que ela dirigiu pela calçada para desviar de um sinal de "pare".

Fonte: http://noticias.terra.com.br/mundo/estados-unidos/homem-e-condenado-a-segurar-cartaz-em-que-diz-ser-um-idiota,f484f20052ae0410VgnVCM3000009acceb0aRCRD.html

terça-feira, 3 de setembro de 2013

O primeiro bar de cocaína do Mundo


Cidade de La Paz, capital da Bolívia. Visitantes do mundo todo podem encontrar cocaína com alto teor de pureza em um bar. O estabelecimento, chamado Route 36 (Rota 36), é o primeiro “bar de cocaína” do mundo, mas é meio difícil de encontrar: o bar muitas vezes muda de local, devido a constantes atritos com vizinhos.
La Paz é um destino turístico conhecido e fica a mais de 3,6 km acima do nível do mar. O singular Route 36, que reside nessa paisagem de horizonte montanhoso é, como você podia imaginar, ilegal. Mas isso não o impede de ter muitos visitantes, vindos de diversos países, mesmo distantes, como a Austrália – trabalhadores locais contam sobre visitantes australianos, que ficaram por dias. O clube fica aberto durante a noite, o que gera acusações de barulho, perturbação de ordem e ilegalidade (já que a cocaína é proibida na Bolívia) pelos vizinhos.
Para evitar a polícia, o Route 36 muda constantemente de endereço, informação repassada no “boca-a-boca”. Acredita-se que o bar ilegal ajude a Bolívia a lentamente crescer como produtor de cocaína – o Route 36 oferece grande quantidade de alta pureza a preços muito menores do que os encontrados em outros países, o que ajuda a atrair tantos visitantes estrangeiros.

Fonte: http://hypescience.com/o-primeiro-bar-de-cocaina-do-mundo/

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Descoberto possível tratamento para autismo e depressão

Um grupo de investigadores da Universidade do Minho (UMinho) descobriu um "possível" tratamento para doenças de alteração do comportamento, como o autismo ou a depressão, através de uma investigação com glucocorticoides, hormonas produzidas durante o stress. 

O resultado da investigação, "Dopaminergic modulation of affective and social deficits induced by prenatal glucocorticoid exposure", foi publicado na edição de setembro da revista Neuropsychopharmacology, segundo informa o grupo de investigadores do Instituto de Investigação em Ciências das Vida e da Saúde da academia minhota em comunicado enviado à agência Lusa.
"O estudo, feito em ratos, tenta perceber melhor o que se passa e descobre que o efeito pré-natal dos Glicocorticoides (Cs) sobre o comportamento está ligado a alterações nos níveis de dopamina (um neurotransmissor/proteína que transmite mensagens entre células nervosas) em 2 zonas do cérebro ligadas à perceção do prazer", aponta.
Mas, realça o comunicado,"o resultado mais interessante foi que os problemas emocionais e sociais destes ratos podem ser resolvidos com um medicamento usado para a doença de Parkinson (que também é caracterizada por deficiência de dopamina)".
Segundo os cientistas, esta descoberta "pode ter implicações para várias doenças neurológicas em que há deficiências emocionais e sociais semelhantes e/ou estão ligadas a stress pré-natal, incluindo autismo, hiperatividade, depressão e esquizofrenia".
Os cientistas reafirmam ainda que uma gravidez em stress é "extremamente perigosa" para o bebé uma vez que os GCs "podem interferir com o desenvolvimento do cérebro da criança" e que se continua "longe" de conhecer os efeitos daquela substancia, que se continua a "administrar em grávidas em perigo de parto prematuro para ajudar o desenvolvimento dos pulmões".

Fonte: http://www.dn.pt/inicio/ciencia/interior.aspx?content_id=3399850
 

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Casamento colectivo de cães causa polêmica no Sri Lanka

Um "casamento" coletivo de cães farejadores promovido pelos policiais do Sri Lanka provocou polêmica no país. A intenção dos policiais era fazer um evento divertido que promovesse a reprodução de cães farejadores, que são importantes no dia a dia dos oficiais. No entanto, as autoridades não viram graça no evento.

O ministro da Cultura, T.B. Ekanayake, disse que o casamento de cães desrespeitou uma cerimônia que é importante para os valores religiosos do Sri Lanka. Os policiais foram obrigados a soltar uma nota oficial pedindo desculpas pela cerimônia. Agora, o incidente será investigado.

Ao todo, nove "casais" de cães participaram do casamento. Um ponto polêmico foi o uso de um palco semelhante ao usado em cerimônias budistas.

Fonte: http://noticias.terra.com.br/mundo/casamento-coletivo-de-caes-causa-polemica-no-sri-lanka,60c37d5318eb0410VgnCLD2000000ec6eb0aRCRD.html

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Pesquisadores holandeses conseguem ler a mente humana

Tecnologia pode detectar padrões do córtex visual enquanto cobaia olha para símbolos.
Se você achava que demoraria muito mais tempo para que a ciência encontrasse uma forma de ler o que está passando na sua cabeça, prepare-se para ficar decepcionado. Pesquisadores de uma universidade holandesa conseguiram criar um modelo matemático capaz de interpretar imagens de ressonância magnética obtidas do cérebro de uma pessoa.

Mais especificamente, o sistema holandês conseguiu ler imagens do córtex visual de uma pessoa que estava encarando algumas letras. Assim, foi detectado um padrão de atividade dessa área do cérebro que se repetia sempre que a pessoa olhava para a mesma letra novamente. Ou seja, o córtex cerebral funciona de forma padronizada e pode ser interpretado com certa precisão por uma máquina.

Além de interpretar os padrões do córtex, o modelo matemático conseguiu ainda modificar os resultados para que fossem lidos por outras pessoas, como você vê na imagem. Dessa forma, não é exatamente como se os cientistas tivessem lido os pensamentos da sua cobaia, mas sim “visto com os olhos dela” alguma coisa.

Esse tipo de tecnologia, com um grau de desenvolvimento mais avançado, poderia interpretar até rostos humanos. Nesse caso, os retratos-falados estariam em perigo.

Fonte: http://www.tecmundo.com.br/ciencia/43616-pesquisadores-holandeses-conseguem-ler-a-mente-humana-.htm


quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Homem enfiou garfo de 10 centímetros no pénis


Um homem de 70 anos foi operado, no hospital de Camberra, Austrália, para remover um garfo que tinha inserido na sua uretra. O homem procurava alcançar "gratificação sexual".

O caso foi divulgado pelo "International Journal of Surgery Cases", no início deste mês, depois de um homem ter sido admitido no hospital de Camberra com uma hemorragia na uretra. O caso revelou-se muito incomum, depois de um raio X feito ao homem de 70 anos ter confirmado que um garfo, com aproximadamente 10 centímetros, estava espetado dentro na sua uretra.

De acordo com o "Camberra Times", o homem contou aos médicos que tinha inserido o talher dentro do pénis quase 12 horas antes, certo de que alcançaria uma melhor "gratificação sexual". O homem só procurou ajuda médica quando percebeu que não conseguia remover o garfo, preso dentro da uretra.

"É óbvio que a mente humana é desinibida e até mesmo criativa", escreveram os autores do artigo publicado no "International Journal of Surgery Cases".

Os médicos conseguirem remover o talher através do uso de uma pinça e de uma "abundante" quantidade de lubrificantes, enquanto o paciente se encontrava debaixo de anestésicos. O homem de 70 anos saiu sem lesões no pénis e regressou a casa após a intervenção médica.

"O estímulo autoerótico com a ajuda de auto inserção de objetos dentro do corpo existe desde tempos imemoriais e tem apresentado uma série de casos incomuns, mas conhecidos pelos médicos", escreveram os autores do artigo.

Segundo especialistas, esta não é a primeira vez em que um homem insere um objeto no seu órgão genital. Nos últimos nove anos, só na Austrália, registaram-se cerca de 20 casos semelhantes.

Outros objetos bizarros, como canetas, alfinetes, cabos de telefone, cola, cocaína, palha, pedras, lâmpadas, cenouras e até cobras e sanguessugas já foram encontrados presos em pénis, em casos anteriores.

Na maioria das situações, os pacientes só procuram ajuda médica depois de ultrapassarem a vergonha e de desistirem de tentar remover, em casa, os objetos que inseriram no corpo.


Fonte: http://www.jn.pt/PaginaInicial/Mundo/MundoInsolito/Interior.aspx?content_id=3379288

PlayStation 4 chega a Portugal a 29 de Novembro


A Sony anunciou que o quarto modelo da PlayStation estará disponível nos EUA a 15 de novembro e na Europa, América Latina e Austrália a 29 do mesmo mês. A PS4 substitui a PS3, que foi lançada no mercado europeu em março de 2007.
Entretanto, a concorrente Microsoft anunciou que lançará também na mesma altura a Xbox One.
A nova PlayStation virá para o mercado por 399 euros. Desde que foi anunciada, a Sony refere que já tem mais de um milhão de pré-encomendas da nova consola em todo o mundo.
Por cá, a Fnac criou uma página para que seja possível a reserva da nova consola da Sony.

Fonte: http://www.dn.pt/inicio/ciencia/interior.aspx?content_id=3381189&seccao=Tecnologia

Homem com escroto de 60 kg é um mistério para a medicina


Imagine carregar duas bolas de boliche entre as pernas, com o peso somado de 60 quilos. Se essa imagem é demais para o seu estômago, continue lendo com cautela.
O estadunidense Wesley Warren, de 49 anos, passou mais de quatro anos com esse fardo extra antes de fazer uma cirurgia para reparar os danos causados por uma condição médica rara chamada linfedema escrotal.
Quando os médicos colocaram a massa inchada que tinham cortado do saco escrotal de Warren em uma balança, pesava 60 quilos. Isso sem contar o fluido e os pequenos pedaços de tecido que os cirurgiões também tiveram de remover da região íntima do homem, que vive em Las Vegas, Nevada.
“Há uma grande quantidade de pessoas que fica encarando, ri, outros olham meio que em choque e com uma cara de espanto”, conta Warren, que será assunto de um especial de televisão nos Estados Unidos nesta semana. “É difícil lidar com isso, sabe, porque eu sou uma espécie de circo dos horrores vivo”.
Tudo começou em 2008, quando Warren acordou um dia com dor em seus testículos. O tecido ao redor de seu pênis logo começou a inchar, crescendo a uma taxa estimada de 1,35 quilos por mês.
Um médico lhe disse que talvez fosse necessário castrá-lo para resolver o problema, enquanto outros afirmavam que provavelmente morreria na mesa de operação. O custo da cirurgia em si já ficaria na casa das centenas de milhares de dólares. Depois que Warren apareceu em um programa de rádio local pedindo por ajuda, um companheiro que também sofria de linfedema escrotal o encaminhou para o médico urologista Joel Gelman, que se ofereceu para realizar a cirurgia gratuitamente.
Gelman, diretor de Reconstrução em Urologia, da Universidade da Califórnia, EUA, é especialista em cirurgia de reconstrução da uretra e do pênis. Segundo Gelman, apesar de toda a repercussão da mídia nos Estados Unidos, o linfedema escrotal é uma condição muito real. Ele espera que a atenção dos meios de comunicação sobre o caso incentive outros homens com o mesmo problema a procurar tratamento.
O médico também respondeu algumas questões sobre essa condição:
O que é o linfedema escrotal?
“O linfedema escrotal, também conhecido como elefantíase escrotal, é um ‘alargamento maciço’ do escroto devido ao espessamento do tecido e à acumulação de fluido”, explica Gelman.
O que provoca isso?
Fora da América do Norte, o linfedema escrotal é geralmente causado por uma infecção parasitária chamada filariose linfática, transmitida por mosquitos. Os vermes alongados se alojam no sistema linfático, de acordo com a Organização Mundial de Saúde, onde eles podem interferir no sistema imunológico da pessoa.
“No entanto, a filariose linfática é praticamente inédita nos Estados Unidos”, diz Gelman. A maioria dos casos de linfedema escrotal nos EUA são causadas por bloqueios nos vasos linfáticos, que impedem a drenagem de fluidos da área. Os médicos não têm certeza o que faz com que este bloqueio aconteça. No caso de Warren, Gelman acredita que tenha sido uma lesão ou um trauma no escroto.
Quais são os sintomas?
O sintoma mais óbvio é o crescimento do saco escrotal, que pode variar de algo do tamanho de uma laranja até chegar nas dimensões de uma bola de basquete. E o escroto não para de crescer em algum tamanho particular, conta Gelman. “Vai continuar crescer até que o paciente procure tratamento”.
O escroto de Warren foi o maior que Gelman já havia visto. “Warren não relatou se ele sentia dor o tempo todo, mas acho que o maior problema era o tamanho da massa, que deixava tudo muito desconfortável para ele”, diz o cirurgião. “É como se ele tivesse que levantar pesos de academia cada vez que ele desse um passo”.
Gelman conta que o pênis de Warren ficou “enterrado” no meio de tanta pele, mas continuou totalmente funcional. Uma espécie de túnel tinha sido formado entre a pele inchada, permitindo que Warren urinasse sem assistência.
Quão comum é o linfedema escrotal?
É raro, especialmente nos Estados Unidos. “Os números definitivos são difíceis de encontrar e a condição pode ser subdiagnosticada devido à falta de consciência dos médicos”, afirma Gelman. Muitos pacientes com a doença também são obesos e são simplesmente instruídos por seus médicos para perder peso, sem que ninguém dê conta de que existe outro problema ali também.
Como se deve tratá-lo?
“A cirurgia é geralmente a melhor opção para remover o tecido inchado”, comenta Gelman. Um cirurgião espacializado neste tipo de procedimento realiza um corte na massa, identifica o pênis e os testículos para se certificar de que eles não sejam prejudicados e, em seguida, retira o excesso de tecido. O cirurgião, em seguida, usa o tecido danificado para recobrir o pênis e escroto.
Como Warren está se sentindo agora?
Segundo Gelman, Warren está andando novamente e aproveitando a vida. Ele vai precisar de uma cirurgia na sequência para remover um pouco de pele adicional que foi danificada devido à sua condição. Gelman irá realizar um enxerto de pele para cobrir o pênis e o escroto.
O que devo fazer se eu achar que tenho isso?
Se você está sentindo os sintomas mencionados acima, consulte um médico o mais rápido possível. Peça um encaminhamento para um especialista se o seu médico habitual não está familiarizado com este tipo de condição.
Um escroto grande demais pode ter uma variedade de causas, diz Gelman. “Uma das mais comuns é a hérnia, em que uma pequena parte do intestino entra no escroto. Outra causa é a acumulação de líquido em um lado do corpo de uma pessoa, entre a testículo e a pele, o que é chamado de hidrocele”, conta. Todos os tipos são tratáveis e geralmente não ameaçam a vida do paciente, a menos que a condição seja negligenciada por muito tempo.

Fonte: http://hypescience.com/homem-com-escroto-de-60-kg-e-um-misterio-para-a-medicina/

O Universo pode ser cíclico

Dizem que o Big Bang foi o princípio do Universo. Mas, segundo Roger Penrose, prestigiado físico da Universidade de Oxford, ele também foi o fim de um outro universo que existia antes deste. E, melhor, o britânico diz ter agora evidências concretas sobre esse ciclo cosmológico.

Trabalhando em parceria com o armênio Vahe Gurzadyan, da Universidade Estadual de Yerevan, ele há três anos analisa a série de dados do satélite WMAP. A sonda americana foi projetada para fazer um mapeamento universal da radiação cósmica de fundo -um “eco” do Big Bang gerado quando o Universo tinha menos de 400 mil anos de existência, detectado pelo satélite na forma de micro-ondas. Hoje, o cosmo tem 13,8 bilhões de anos.

Penrose e Gurzadyan vêm dizendo, desde 2010, que conseguiram detectar pequenas flutuações na radiação cósmica de fundo, na forma de círculos concêntricos.

Isso, segundo eles, seria resultado da colisão de buracos negros gigantes numa época que precedeu o Big Bang. Ou seja, seria implicação de que o Universo já existia, em outra forma, antes do período de expansão que conhecemos e observamos hoje.

Os cosmólogos constataram, com alguma surpresa, que os círculos apontados por Penrose e Gurzadyan estavam de fato lá, e haviam passado despercebidos até então. Entretanto, realizando simulações de como seria a radiação cósmica de fundo com base na cosmologia clássica -para a qual tudo começa no Big Bang-, constataram que os círculos também apareciam.

Ou seja, o fenômeno era real, mas a parte que dizia respeito a outro universo antes deste parecia ser apenas elucubração da dupla.
Penrose e Gurzadyan agora voltam à carga, com novas evidências. Em uma análise mais profunda dos círculos, publicada recentemente no “European Physical Journal Plus”, eles concluem que o padrão observado se encaixa melhor na hipótese de um universo cíclico, com eventos que antecedem o Big Bang.

A dupla agora trabalha na análise de dados do satélite europeu Planck, que faz basicamente a mesma coisa realizada anos atrás pelo WMAP, mas com mais precisão. “Nosso trabalho está avançando”, disse à Folha Gurzadian. “Contudo, pretendemos divulgar os resultados inicialmente para especialistas.”…

Fonte: http://ovnihoje.com/2013/08/19/o-universo-pode-ser-ciclico/#axzz2cY4fQEt7




segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Astrónomos descobrem um campo magnético incrivelmente forte


O núcleo morto de uma estrela massiva está produzindo um dos campos magnéticos mais poderosos já registrados pelos cientistas. Medindo apenas 12 quilômetros de diâmetro, o “magnetar” está exercendo uma força 20 trilhões de vezes maior que um ímã de geladeira.

Quando os astrônomos descobriram a estrela morta em junho de 2009, batizada de SGR 0418 5729, suas medições iniciais indicaram um campo magnético excepcionalmente baixo. Uma nova análise realizada com o telescópio espacial XMM-Newton da ESA (agência espacial europeia) mostrou que o magnetar, um tipo particular de estrela de nêutrons, possui na verdade uma atração magnética incrível.

Remanescentes magnéticos de estrelas massivas

Estrelas de nêutrons são os restos de estrelas maciças que entraram em colapso depois de queimar todo o seu combustível e se tornaram uma supernova. Elas são objetos extremamente densos, abarrotados com mais massa do que o nosso sol em um espaço do tamanho de uma cidade – com entre 10 e 20 km de diâmetro.

Algumas estrelas de nêutrons passam, numa parte breve de sua existência, a agir como um magnetar – assim nomeados por conta de seus campos magnéticos extremamente intensos, que são bilhões de vezes maiores do que aqueles produzidos por imagens de ressonância magnética. De vez em quando, esses magnetars entram em erupção com explosões de radiação de alta energia.

Medições iniciais do SGR 0148, que fica a cerca de 6.500 anos-luz da Terra, indicaram uma força magnética de 6×10¹² gauss – cerca de 100 vezes abaixo do que normalmente se observa em magnetares. “Gauss” é a unidade padrão utilizada para medir campos magnéticos. Um ímã do refrigerador típico carrega cerca de 50 Gauss, e uma máquina de fMRI (ressonância magnética funcional) cerca de 70.000 gauss.

A observação do estranho e inesperado campo magnético fraco do SGR 0148 tinha a ver com a forma como ele foi medido. Magnetares giram um pouco mais lentamente do que estrelas de nêutrons, mas ainda podem fazer uma rotação completa em poucos segundos. Astrônomos podem determinar a força magnética pela medição da velocidade à qual a rotação está diminuindo, mas esta técnica não permite medições mais detalhadas.

Medindo o monstro magnético

Uma técnica nova, desenvolvida por Andrea Tiengo, do Instituto Universitário Studi di Superiori em Pavia, Itália, envolve a medição das variações do espectro de raios-X do magnetar em intervalos de tempo muito curtos, cada vez que gira. Isto permite análises muito mais detalhadas e precisas – que revelam, potencialmente, o maior campo magnético já observado pela ciência.

Usando a nova técnica, SGR 0148 apresentou um campo magnético superforte e retorcido, atingindo 1×10¹⁵ gauss em uma pequena região da superfície – com algumas centenas de metros de diâmetro. Isso é mais do que um quatrilhão de Gauss.

Fonte: http://hypescience.com/astronomos-descobrem-um-campo-magnetico-incrivelmente-forte-2/

O documento secreto de Einstein e Oppenheimer sobre alienígenas

Em junho de 1947, Albert Einstein e J. Robert Oppenheimer juntos escreveram uma documento de seis páginas intitulado “Relationships with Inhabitants of Celestial Bodies” (Relacionamentos com Habitantes de Corpos Celestiais – trad. livre n3m3).

O documento diz que a presença de espaçonaves não identificadas é aceita como verdadeira pelos militares. Este documento também trata de assuntos, como por exemplo, de onde ‘eles’ vêm, o que a lei dita a respeito disso, o que deveríamos fazer caso haja a colonização e/ou integração com os povos, e o porquê deles estarem aqui.

Finalmente, o documento fala sobre a presença de ‘astroplanos’ celestiais em nossa atmosfera, como resultado das ações dos experimentos militares em armamentos militares de cisão e fusão.

Einstein e Oppenheimer incentivam a consideração de nossa situação e segurança futuras em potencial, devido às nossas ações. Como poderemos evitar nosso perigoso destino?

Veja abaixo uma trecho do documento:

O relacionamento com homens extraterrestres basicamente não apresenta um novo problema do ponto de vista da lei internacional; mas a possibilidade de confrontar seres inteligentes que não pertencem à raça humana traria problemas, cujas soluções são difíceis de conceber.

Em princípio, não há dificuldade alguma em aceitar a possibilidade de chegar a um entendimento com eles, e de estabelecer todos os tipos de relações.

Se estes seres inteligente possuíssem uma cultura e uma organização política mais ou menos perfeitas, eles teriam um direito absoluto de serem reconhecidos como povos independentes e soberanos.

Uma outra possibilidade pode existir de que uma espécie de Homo sapiens poderia ter se estabelecida como uma nação independente em outro corpo celestial de nosso sistema solar, e evoluída culturalmente de forma independente à nossa.

As condições de vida nesses corpos celestes, digamos na Lua, ou no planeta Marte, teria que ser de tal forma a permitir uma vida estável e de certo modo, independente do nosso ponto de vista econômico.

Muito tem sido especulado sobre as possibilidades da existência de vida fora da nossa atmosfera e além, sempre hipoteticamente. Vamos presumir que a esteatita lunar possa existir e contenha até 13 por cento de água. Através do uso de energia e maquinário levados para a Lua, talvez por uma estação espacial, ela poderia ser quebrada, pulverizada e então levada a eliminar a água da cristalização. Esta poderia ser coletada e então decomposta em hidrogênio e oxigênio, através do uso de uma corrente elétrica, ou de um tipo de onda de radiação do Sol. O oxigênio poderia ser usado para respiração; o hidrogênio poderia ser usado como combustível.

Agora, chegamos à um problema da determinação do que fazer se os habitantes de corpos celestiais, ou entidades biológica extraterrestres (EBEs) desejassem se estabelecer aqui.

Se eles forem politicamente organizados e possuírem uma certa cultura similar à nossa, eles poderiam ser reconhecidos como um povo independente.

Se eles considerassem nossa cultura como não possuidora de uma unidade política, eles teriam o direito de nos colonizar. É claro, esta colonização não poderia ser conduzida de forma clássica. Uma forma superior de colonização teria que ser concebida, a qual deveria ser um tipo de tutela, possivelmente através de uma aprovação subentendida das Nações Unidas. Mas legalmente teriam as Nações Unidas o direto de permitir tal tutela sobre nós desta forma?

Não podemos excluir a possibilidade de que uma raça de povos extraterrestres mais avançada tecnologicamente e economicamente pode tomar para si mesma o direito de ocupar outro corpo celestial.

A divisão de um corpo celestial em zonas e a distribuição delas entre outros estados celestiais.

Uma entidade moral? A solução mais plausível parece ser esta: submeter um acordo fornecendo a absorção pacífica de uma raça celestial, de tal forma que nossa cultura permaneceria intacta, com garantias de que a presença deles não fosse revelada.

Isso meramente seria um caso de internacionalização dos povos celestiais, e a criação de uma instrumento de tratado internacional

A presença de ‘astroplanos’ celestiais em nossa atmosfera é um resultado direto de nossos testes com armamentos atômicos?

A presença de naves espaciais não identificadas em nossa atmosfera (e possivelmente em órbita de nosso planeta) é agora, porém, aceita pelas nossas forças militares.

Os estrategistas militares prevêem o uso de naves espaciais com ogivas nucleares como a última palavra em armamento. O ataque não mais vem de direções exclusivas, nem de um determinado país, mas do céu, com a impossibilidade prática de identificação do agressor.

Quando satélites artificiais e mísseis encontrarem seu lugar no espaço, devemos considerar a ameaça potencial que uma nave espacial não identificada possa apresentar. Devemos considerar o fato de que a identificação errada dessas naves espaciais por um míssil intercontinental em vôo de reentrada pode levar acidentalmente à uma guerra nuclear.

Fonte: http://ovnihoje.com/2013/08/19/o-documento-secreto-de-einstein-e-oppenheimer-sobre-alienigenas/#axzz2cGaW3z8E

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Elon Musk apresenta projeto de transporte supersónico


O engenheiro, bilionário e co-fundador da SpaceX, Elon Musk, apresentou um ambicioso projeto que, se funcionar, pode revolucionar o mundo dos transportes.

O Hyperloop, o nome oficial do sistema, é uma espécie de cápsula de transporte que se move através de um túnel de vácuo sob a influência de aceleradores magnéticos com velocidade de mais de 1.000 km/h. Esse projeto permitiria que uma viagem entre Los Angeles e San Francisco pudesse ser feita em apenas meia hora.
 Musk declarou que não tem a capacidade de se envolver de forma independente na execução do projeto, mas manifestou a esperança de outros empresários se interessarem pelo Hyperloop. A criação do sistema foi estimada em $6 bilhões.

Fonte: http://portuguese.ruvr.ru/news/2013_08_13/Elon-Musk-apresenta-projeto-de-transporte-supersonico-6876/

Novo passo para o fabrico de órgãos para transplantes

Cientistas usaram células estaminais para criar tecido do coração humano, que se contraiu espontaneamente numa placa de Petri, um avanço no caminho para o fabrico de órgãos para transplante, foi hoje divulgado. 


Uma equipa da Universidade de Pittsburgh, na Pensilvânia, nos Estados Unidos da América, utilizou células estaminais pluripotentes induzidas (iPS), geradas a partir da pele humana, para criar células precursoras do coração, designadas MCPs, segundo a agência France Presse.
As células iPS são células humanas maduras que são "reprogramadas" para ficarem num estado primitivo e versátil, a partir do qual podem ser conduzidas a desenvolverem-se em qualquer tipo de célula do corpo.
As células precursoras do coração geradas foram ligadas à "armação" (rede composta por proteínas e hidratos de carbono) de um coração de um rato, ao qual os investigadores tinham retirado todas as células cardíacas de rato, refere o artigo científico publicado na revista Nature Communications.
Num comunicado, a Universidade de Pittsburgh informa que as células precursoras cresceram e desenvolveu-se o músculo do coração.
Após 20 dias de fornecimento de sangue ao órgão reconstruído, este "começou a contrair-se a um ritmo de 40 a 50 batimentos por minuto", adiantou.

Fonte: http://www.dn.pt/inicio/ciencia/interior.aspx?content_id=3370297&seccao=Sa%FAde

Cientistas turcos desenvolvem coelhos que emitem brilho verde

Brilho, que aparece sob luz negra, é possível graças a DNA de água-viva.
Pesquisadores também trabalham em projeto de ovelhas transgênicas.


Coelhos transgênicos, com DNA de água-viva, brilham sob luz negra. (Foto: University of Istanbul e University of Hawaii/Divulgação)

Cientistas turcos produziram coelhos que emitem um intenso brilho verde, com uma técnica desenvolvida por pesquisadores da Universidade do Havaí em Manoa.
Os coelhos transgênicos nasceram na semana passada na Universidade de Istambul. Sob a luz comum, nada os difere de coelhos brancos e peludos. Mas, expostos à luz negra, o par de coelhos transgênicos brilham na cor verde.
O efeito é possível graças a uma proteína do DNA de água-viva, que foi injetada nos embriões em laboratório. Em seguida, os embriões foram novamente inseridos na mãe. Dois filhotes, da ninhada de oito, carregaram o DNA de água-viva.
“O objetivo do experimento era mostrar que a manipulação genética com a técnica da Universidade do Havaí funciona em coelhos. A principal meta é introduzir um gene benéfico nas coelhas. Essa abordagem pode levar a maneiras novas e competitivas de produzir medicamentos”, diz texto divulgado pela universidade.
“Nossos colegas na Turquia estão animados com o nascimento dos coelhos transgênicos – e a animação espalhou-se para o público através da cobertura da televisão turca”, disse o cientista Stefan Moisyaidi, do Havaí.
O próximo passo da pesquisa é o desenvolvimento de ovelhas transgênicas. Em novembro, é esperado o nascimento da primeira ovelha transgênica da Turquia.

Fonte: http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2013/08/cientistas-turcos-desenvolveram-coelhos-que-emitem-brilho-verde.html

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Ovni gigante deixa o Sol em fotos da SOHO.Será que teremos novos visitantes em breve ?


"Uau, esta imagem foi descoberta por um leitor do nosso. Há um enorme objeto voador fora do sol, com cinco longas caudas! Com forma geometricamente de quatro pernas, me fazem acreditar que isso é um enorme UFO saindo do nosso sol.
Nenhum cometa no universo seria parecido com isso. Incrível captura ", diz Scott C. Waring, autor de avistamentos de OVNIs diário .
Email Relatório Data de avistamento: 09 de agosto de 2013 às 03:24 Localização do avistamento: Terra Sun Email afirma: "Eu estava olhando o site SOHO hoje para a atividade das manchas solares e percebi a anomalia em anexo e fiz uma captura de tela do LASCO C2 - vídeo MPEG.
Também estou espantado com o número de faixas que mudam de direção abruptamente em um único quadro, e não apenas em uma curva, mas em ângulos bruscos. "


 


Fonte: http://celiosiqueira.blogspot.pt/2013/08/ufo-gigante-deixa-o-sol-em-fotos-da.html

Rússia vai criar soldados do futuro


Irão os soldados russos receber roupas de combate como o Homem de Ferro? Ou serão robôs combatendo em vez das pessoas, enquanto os operadores humanos os vão controlando a partir de abrigos seguros?

Na Rússia arrancou o projeto "Soldado do Futuro". Os peritos partilharam com a Voz da Rússia suas opiniões sobre o futuro combatente das Forças Armadas Russas daqui a várias décadas.

No mundo predominam dois conceitos principais para o equipamento e apetrechos do soldado do futuro. O primeiro é o operador de robôs de combate que comanda as armas a partir de um abrigo seguro. O outro é o soldado de infantaria vestido com um poderoso exoesqueleto que lhe confere a força de um Atlante. Mas enquanto o controle remoto de robôs de combate hoje já não é ficção científica, já o exoesqueleto é uma perspectiva longínqua, explica o editor principal da revista Arsenal Otechestva (Arsenal da Pátria) Viktor Murakhovsky:

"A questão dos exoesqueletos é, antes de mais, uma questão de energia: qual será a fonte de alimentação? Atualmente não possuímos fontes inovadoras. Temos a gasolina, o gasóleo ou as baterias. Mas estas têm uma eficiência bastante inferior à dos hidrocarbonetos. Enquanto não apareceram novas fontes de energia, os exoesqueletos parecem ser uma ideia bastante fantasiosa. Contudo, existem tentativas para o seu desenvolvimento. Eu penso que será possível usá-los em marchas, na aproximação ao teatro de operações, mas dificilmente em combate."

O perito é igualmente bastante cético quanto ao conceito da guerra à distância. Viktor Murakhovsky lembrou que esse tipo de operações nem sempre se justificou, mesmo em tempo de paz, basta recordar a intercepção do drone norte-americano pelos militares iranianos. Em condições de combate terrestre esse tipo de sistema poderá levar à derrota, refere o perito:

"Eu tenho dúvidas quanto a esse tipo de tecnologias. Não penso que, estando em Moscou, possamos comandar com segurança um robô no Extremo Oriente, por exemplo. Hoje temos exemplos desses. Os EUA, nomeadamente, ao usar seus VANT (veículos aéreos não-tripulados) de grande alcance no Paquistão, na Somália ou no Iémen, controlam-nos a uma grande distância. Mas, quero sublinhar que isso é válido para seu uso em países que não podem ser considerados como desenvolvidos."

Contudo, nem todos os peritos são tão céticos. Na opinião do observador militar da RIA Novosti Konstantin Bogdanov, ambos os conceitos referidos merecem hoje um estudo aprofundado:

"Atualmente, a integração de quaisquer combatentes no campo de batalha em seu espaço informativo comum é uma realidade. Se o homem tem acesso ao sistema de informações e pode recolher dados sobre a localização de suas tropas e das do inimigo, assim como pode introduzir nesse sistema os dados novos que terá obtido, porque é que não se poderá integrar nesse sistema maios de controle de sistemas robotizados? Tanto os exoesqueletos, como os sistemas de controle remoto de robôs, devem ser usados em conjunto dentro da mesma operação. O seu uso combinado permitirá obter um efeito máximo no campo de batalha."

Fonte: http://portuguese.ruvr.ru/news/2013_08_12/russia-vai-criar-soldados-do-futuro-1952/

Descoberto peixe que ataca virilidade masculina



Desde 2002 que não havia relatos da existência de um peixe destes na Europa. Mas agora chega um alerta da Suécia: o pacu, também chamado "morde testículos", anda por ali. 

O exemplar foi detetado e capturado em Öresund, o estreito que separa a Suécia e a Dinamarca. Normalmente, o pacu, da família da piranha, nada na Amazónia, na Nova Guiné e num lago do Texas, Estados Unidos, mas é muito raro encontrá-lo na Europa. A última vez que isso aconteceu foi há nove anos, na Polónia.
O pacu não é considerado propriamente perigoso para os seres humanos, mas pode ser assustador para os homens, uma vez que existem relatos em vários países de mordidelas nos testículos, explicou um especialista do Museu Sueco de História Natural citado pela France Presse. Segundo Henrik Carl, essa tendência está relacionada com o tamanho da boca, que se adapta perfeitamente a essa zona do corpo, ou com a fome.
O especialista garante que não há motivo para alarme, mas admite que, no caso de aparecerem mais exemplares do pacu naquelas águas, a situação pode tornar-se mais preocupante.
Com uma bela dentadura, o pacu costuma comer nozes, frutas e peixes mais pequenos. Mesmo assim, por precaução, a Universidade de Copenhaga recomendou aos banhistas que não retirem os calções de banho naquelas águas.

Fonte: http://www.dn.pt/inicio/ciencia/interior.aspx?content_id=3368558&seccao=Sabia%20que

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Erotismo ecológico conquista consumidores na França

Há afrodisíacos orgânicos, vibradores atóxicos e bálsamos pós-chibatadas.
Produtos usam manteiga de karité ou cera, em embalagens recicláveis.


Acessórios sexuais ecologicamente corretos são a nova moda em Paris (Foto: Bertrand Guay/AFP)

Com cápsulas afrodisíacas orgânicas, vibradores sem plásticos tóxicos, lubrificantes naturais e preservativos éticos, o "erotismo ecológico" seduz o mercado francês. Mas o que, para alguns é um prazer responsável, para outros é puro marketing.
No setor erótico ecológico, há um "nicho mais interessante do que no dos cosméticos orgânicos convencionais", avalia Frederick Donnat, dono da empresa online Divinextases, que lançou há dois anos a "primeira marca totalmente orgânica de cosméticos eróticos".
A companhia, que fabrica seus produtos na França e tem como slogan "natureza e progresso", triplicou suas vendas de 150 mil euros (R$ 459 mil) em 2010 para 450 mil euros (R$ 1,37 milhão) no ano passado, desde que optou por se concentrar nesse segmento.
O terreno é fértil e Donnat, de 45 anos, aposta em começar a exportar para outros mercados. De bálsamos pós-chibatadas a perfumes íntimos, todos os produtos são fabricados na França com o mesmo compromisso sustentável: nada de óleo de palma, e sim manteiga de karité ou cera de abelha. Além disso, todos os materiais usados nas embalagens são recicláveis.
"Cuidar do amor" também é a obsessão da marca Laboratoires Claude, que desde 2010 distribui em farmácias, lojas de produtos comestíveis e sex shops uma pequena coleção de cápsulas 100% orgânicas com nomes muito sugestivos para ser usadas "de 30 a 60 minutos antes do ato", com o objetivo de intensificar o prazer sexual.
"Além disso, só no mercado interno, a marca diversificará seus produtos, oferecendo chás e açúcares afrodisíacos no transcorrer do ano e ampliará sua rede de distribuição", declarou à AFP a diretora dos Laboratoires Claude, Fleur Phelipeau.

Problemas de abastecimento

Para 2014, a empresa prevee um aumento de 300% em suas vendas e espera faturar 750 mil euros (R$ 2,2 milhões).
"Enquanto 80% dos produtos no mercado usam moléculas de Viagra que podem ser perigosas para algumas pessoas idosas, a marca, que é de propriedade da empresa Quai des Célestins, especializada em suplementos alimentares cosméticos, só usa vegetais orgânicos em pó", disse Fleur.
Isso traz alguns problemas de abastecimento, o que exige que a diretora precise apelar para produtores estrangeiros de plantas com propriedades afrodisíacas que não crescem na França, como o tríbulo (Tribulus terrestris), um estimulante da potência sexual, ou a maca (Lepidium meyenii), um tônico reconstrutor.
O "green business" erótico quer agradar aos amantes e defensores da natureza ao mesmo tempo. É o caso da empresa britânica French Letter, que vende preservativos éticos neutros em carbono, fabricados na Alemanha com látex natural extraído de seringais da Índia, e geridos de forma sustentável.
A floresta é um tema recorrente também no site arbredesplaisirs.com, uma butique online de brinquedos sexuais, lingeries e lubrificantes variados, que promete plantar uma árvore no Peru para recuperar a Amazônia a cada compra, e convida os clientes a reciclarem seus acessórios sexuais.
Essa plataforma na internet também limita a oferta a "brinquedos sexuais livres de ftalatos", substância que é usada na indústria para amolecer o plástico e pode trazer riscos à saúde.

'Muito mal vendidos'

Para a Easy Love, rede de lojas e venda online de roupas íntimas e acessórios eróticos, "os produtos orgânicos são muito mal vendidos", e essas novas propostas, com preços mais elevados, são "uma questão de marketing".
Menos categórica, embora ainda ausente do segmento erótico-ecológico, a Dorcel, líder de entretenimento para adultos na Europa, destaca que "essas iniciativas estão se desenvolvendo na França", onde ainda são um "fenômeno recente".
"Talvez sigamos seu exemplo, mas é necessário, sobretudo, que o prazer seja ótimo", disse à AFP a porta-voz da marca, Adeline Anfray.
Embora seja ecológico, desfrutar da sexualidade não escapa de certos erros: por exemplo, os vibradores recarregáveis graças a minipainéis solares da marca Passage du Désir tiveram problemas de funcionalidade nos últimos anos.
O presidente da empresa, Patrick Pruvot, pretende implementar até o final do ano um sistema para trocar os dispositivos sexuais a pilha para os de baterias recarregáveis. Ele diz que tem constatado uma tendência de 20% de aumento nas vendas de produtos íntimos, e planeja fabricar um novo brinquedo sexual mais eficiente, alimentado com energia solar.
Produtos eróticos 'verdes' variam de géis, óleos e lubrificantes a acessórios  (Foto: Bertrand Guay/AFP)
Produtos eróticos 'verdes' variam de géis, óleos e lubrificantes a vários acessórios (Foto: Bertrand Guay/AFP)
Mulher testa óleo de massagem erótica em loja na França (Foto: Bertrand Guay/AFP)
Mulher testa óleo de massagem erótica em loja na França (Foto: Bertrand Guay/AFP)
Lubrificante vaginal é feito com compostos naturais em mercado ecológico (Foto: Bertrand Guay/AFP)
Gel lubrificante vaginal é feito com compostos naturais em mercado ecológico (Foto: Bertrand Guay/AFP)
Fonte: http://g1.globo.com/natureza/noticia/2013/08/erotismo-ecologico-conquista-consumidores-na-franca.html

Exoplaneta rosa desafia principal teoria de formação de planetas

Baseado na cor da estrela e no seu período de rotação, cientistas estimam que sistema esteja a 57 anos-luz da Terra e tenha 160 milhões de anos

 Recém-descoberto GJ 504b tem uma temperatura de cerca 237 °C e aproximadamente quatro vezes a massa de Júpiter Foto: NASA's Goddard Space Flight Center/S. Wiessinger / Divulgação

Astrônomos anunciaram a descoberta de um planeta com mais de quatro vezes a massa de Júpiter e tamanho similar, orbitando sua estrela nove vezes mais afastado que o maior planeta do Sistema Solar em relação ao Sol. Com o uso de um telescópio no Havaí, a equipe também conseguiu revelar a cor do corpo celeste: magenta profundo. A relação entre a distância da estrela e a massa do exoplaneta, denominado GJ 504b, representa um desafio para as teorias sobre como os planetas se formam. 
"Se pudéssemos viajar para esse planeta gigante, veríamos um mundo ainda brilhando no calor de sua formação com uma cor que lembra uma escura flor de cerejeira", afirmou Michael McElwain, integrante do grupo de cientistas da Nasa - a agência espacial americana - que descobriu o planeta.

GJ 504b, é o planeta de menor massa já descoberto ao redor de uma estrela como o Sol. De acordo com a teoria mais aceita, chamada de core-accretion, estrelas como essas não têm “metais” em quantidade suficiente para formar os núcleos maciços de planetas gigantes. Planetas como Júpiter começam a se desenvolver no "disco" cheio de gás que envolve uma estrela jovem. O núcleo produzido por colisões entre asteroides e cometas fornece uma "semente", e quando atinge massa suficiente sua atração gravitacional rapidamente atrai gás do disco para formar o planeta.
 Enquanto esse modelo explica bem planetas até a distância de Netuno, a cerca de 30 vezes a distância média entre a Terra e o Sol (30 unidades astronômicas), a teoria se torna problemática para mundos localizados mais longe de suas estrelas. GJ 504b fica a uma estimada distância de 43,5 unidades astronômicas de sua estrela.

"Esse está entre os planetas mais difíceis de explicar no tradicional âmbito de formação planetária", explica o astrônomo Markus Janson. "Sua descoberta implica na conclusão de que precisamos reconsiderar seriamente teorias de formação alternativas, ou até reavaliar alguns dos pressupostos básicos da teoria de core-accretion".

Fonte: http://noticias.terra.com.br/ciencia/espaco/exoplaneta-rosa-desafia-principal-teoria-de-formacao-de-planetas,20ecd7065ad50410VgnVCM4000009bcceb0aRCRD.html

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Menina violada é acusada de ser uma predadora sexual

Um advogado britânico está a ser criticado depois de, durante o julgamento, ter acusado uma menina de 13 anos, vítima de violação, de ter uma atitute "predadora sexual" e "sexualmente experiente".
O caso está a chocar o Reino Unido e levou à criação de uma petição que pede a reaveriguação do caso. No centro do enredo, está uma menina de 13 anos, vítima de abusos sexuais, de acordo com a BBC, apelidada, em tribunal, pelo advogado de defesa do violador como "predadora" e "sexualmente experiente".
"Ela parece ter 14 ou 15 anos e tem uma idade mental de uma rapariga de 14 ou 15, apesar de ser muito nova", disse o advogado, Robert Clover, para justificar as ações de Neil Wilson, um homem de 41 anos que, entretanto, admitiu ter sido o autor dos abusos sexuais.
As declarações sofreram uma avaliação por parte do Ministério Público britânico que classificou a linguagem usada como "inapropriada". Não se verificará, no entanto, para já a abertura de um processo judicial por ofensas de cariz sexual por parte do advogado enquanto a situação não for considerada na totalidade.

Uma pena "excessivamente branda"

O argumento foi tido em consideração pelo juiz, Nigel Peters, que atribuiu ao violador apenas oito meses de pena suspensa. Em resposta, o gabinete da procuradoria geral do Ministério Público reagiu, alertando para a possibilidade da pena ser "excessivamente branda".
"Isto significa que [a sentença] será considerada por um agente da lei (advogado ou procurador geral) que decidirá se a decisão final deverá ser alvo de apelo em tribunal", afirmou um representante do ministério, citado pela BBC. A decisão deverá ser anunciada quando todos os dados forem analisados por um grupo de especialistas criado para lidar com casos complexos de abusos infantis.
Neil Wilson vive agora, em Iorque, a norte de Inglaterra e admitiu ter duas contas de pornografia infantil na internet, depois de imagens de crianças terem sido encontradas no seu computador.

"A culpa nunca é da criança"

"É triste que esta atitude seja banal na sociedade e nas instituições legais. Temos de tomar uma decisão e deixar clara a mensagem: a culpa nunca é da criança". As declarações são de Jo, uma uma vítima de abusos sexuais na infância, que revoltada com a situação tomou a iniciativa de criar uma petição. Com mais de 4 mil signatários, o documento impulsionou a a avaliação da linguagem pelo Ministério Público.
Na sociedade inglesa, são várias as vozes que têm contestado quer do advogado quer do tribunal. Alan Wardle, da "National Society for the Prevention of Cruelty to Children" (NSPCC), salienta a importância do mediatismo atribuído ao caso. Acrescenta, ainda a necessidade de vincar os limites em que se considera violação, estabelecidos no Reino Unido nos 16 anos de idade. "No caso, a criança tinha 13 anos e o homem 41 - é muito claro quem era o predador", afirma sem qualquer dúvida.
O responsável pela NSPCC salienta, ainda, que é comum aqueles que foram abusados na infância iniciarem uma vida sexual de risco durante a adolescência e de necessitarem de mais atenção por parte de adultos.
"É necessária imensa coragem para os mais todos para reviver o passado em tribunal e não podemos esquecer que o culpado é o violador e não a vítima", disse Alison Worsley, da associação de caridade infantil, "Barnardo"s".

"Não sabemos como a palavra foi dita"

Clive Coleman, um especialista da BBC, salienta a necessidade de ter cuidado na linguagem usada em tribunal, embora "não seja incomum" que algumas expressões sejam usadas para expor os factos e para chamar a atenção da corte, na tentativa de "mitigar" o crime cometido.
Por sua vez, Carl Gardner, antigo advogado e conselheiro governamental, refere que a maioria das pessoas que comentam o caso não conhecem a totalidade dos factos. "O uso da palavra "predatória" e os outros comentários parecem-me maus, mas não sei como foram apresentados em tribunal", disse.

Fonte: http://www.jn.pt/PaginaInicial/Mundo/Interior.aspx?content_id=3361862&page=-1

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Banda enfurece Rússia após passar bandeira pelas partes íntimas

As autoridades russas abriram um processo penal contra o grupo musical norte-americano Bloodhound Gang, depois de um dos seus membros ter passado a bandeira russa pelas partes íntimas, durante um concerto dado na Ucrânia. Veja o vídeo.


"O Departamento do Ministério do Interior da região de Krasnodar ( no sul da Rússia) abriu um processo-crime por afronta à bandeira do Estado russo", disse às agências, Anatoli Lastovetski, um porta-voz do ministério.
Antes de anunciado o processo-crime, o embaixador dos Estados Unidos na Rússia, Michael MacFaul, já tinha lamentado o ato da banda, considerando "asqueroso". Porém, o embaixador criticou também a atitude dos que agrediram a banda, este fim-de-semana, no aeroporto da cidade russa de Anapa, onde a banda fez escala.
A banda norte-americana, que tinha previsto também dar um único concerto no quadro de um festival no sul da Rússia, foi expulsa no sábado passado depois do ministro da Cultura da Rússia, Vladimir Medinski, ter exprimido indignação pela conduta do grupo.
Pelo seu lado, também através da Internet, o chefe da região de Krasnodar, Alexandre Tkatchov, assegurou que a banda norte-americano "jamais" iria tocar no seu território.
No sábado, durante a atuação do Bloodhound Gang num clube noturno de Odessa, cidade do Sul da Ucrânia, o guitarrista Evil Jared Hasselhoff pegou nas bandeiras russa e ucraniana que lhe foram entregues pelo público, abriu a braguilha das calças, introduziu apenas a bandeira russa pela parte da frente e retirou-a pela parte de trás. Pediu à audiência para não contarem a Vladimir Putin, o atual presidente da Rússia.

Fonte: http://www.jn.pt/PaginaInicial/Mundo/Interior.aspx?content_id=3358768

Irlandês aparece na TV secando o rosto com nota de 50 euros

Apostador de corrida de cavalos apareceu em segundo plano usando uma nota de dinheiro para secar o rosto

Um irlandês fã de corridas de cavalos ficou famoso na internet depois que apareceu em segundo plano durante uma entrevista usando uma nota de 50 euros para secar o rosto. O caso aconteceu em Galway, na Irlanda.

Um repórter da emissora RTE falava com um entrevistado e, ao fundo, é possível ver o homem colocando a mão no bolso, tirando uma nota de euro e secando o rosto com ela, já que chovia no momento.

O vídeo foi postado no YouTube na última quinta-feira e tem mais de 270 mil acessos.

Fonte: http://noticias.terra.com.br/mundo/europa/irlandes-aparece-na-tv-secando-o-rosto-com-nota-de-50-euros,fa2a1099adf40410VgnVCM5000009ccceb0aRCRD.html

sábado, 3 de agosto de 2013

Cientistas vão fritar 1° hambúrguer produzido a partir de células-tronco

Carne criada com células bovinas será servida a voluntários na segunda (5).
Hambúrguer é tentativa de responder à escassez global de alimentos.


O primeiro hambúrguer de carne cultivado em laboratório a partir de células-tronco bovinas deve ser frito por cientistas e servido para a alimentação de voluntários na segunda-feira (5), em um laboratório em Londres, na Grã-Bretanha, diz a agência de notícias Reuters.
Produzido "in vitro", o hambúrguer foi criado com células-tronco de gado. Trata-se de um dos exemplos do que os pesquisadores consideram uma tentativa de responder à escassez global de alimentos, além de uma alternativa para combater as mudanças climáticas.
O hambúrguer vai ser frito em uma panela e provado por dois voluntários, afirma a Reuters. A carne é resultado de anos de pesquisa do cientista holandês Mark Post, biólogo vascular da Universidade de Maastricht, que está trabalhando para mostrar como a carne cultivada pode um dia ser uma verdadeira alternativa à carne de gado.
 
Como foi feito

O hambúrguer foi feito por entrelaçamento de fios de cerca de 20 mil proteínas, que têm sido cultivadas em laboratório a partir de células-tronco de gado. O tecido é produzido colocando as células em um anel, como uma rosca, em torno de um cubo de gel de nutrientes, explicou Post.
Para preparar a carne, cientistas misturaram o cultivo com outros ingredientes normalmente usados em hambúrgueres, tais como sal, ovos em pó e farinha de rosca. Suco de beterraba vermelha e açafrão foram adicionados para dar cores naturais ao hambúrguer.
"Nosso hambúrguer é feito a partir de células musculares retiradas de uma vaca" disse Post em um comunicado divulgado na sexta-feira (2). "Para termos sucesso, tem que aparentar e ter gosto da coisa verdadeira."

Fonte: http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2013/08/cientistas-vao-fritar-1-hamburguer-produzido-com-celulas-tronco.html

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Grafeno poderá tornar internet 100 vezes mais rápida

O uso do grafeno em telecomunicações poderá acelerar a velocidade da internet em até 100 vezes.
Físicos das universidades de Bath e Exeter, no Reino Unido, demonstraram que o grafeno possui taxas de resposta óptica extremamente curtas.
Antes de subirem, ou depois que descem dos satélites, as informações digitais são transmitidas através de dispositivos optoeletrônicos, tais como fibras ópticas, lasers e fotodetectores.
Os sinais são enviados por luz com comprimento de onda na faixa do infravermelho e guiados usando interruptores ópticos, que convertem os sinais em uma série de pulsos, verdadeiros pacotes de fótons.
As chaves ópticas atuais disparam um pulso a cada poucos picossegundos - cerca de um trilionésimo de segundo. Quanto mais rápidos forem esses disparos, maior será a velocidade de transmissão da informação.
Thomas Limmer e seus colegas observaram agora uma taxa de resposta de um detector óptico à base de grafeno na faixa de 100 femtossegundos - cerca de 100 de vezes mais rápido do que os materiais atuais.
O dispositivo não é feito de grafeno propriamente dito, que contém apenas uma camada atômica - em vez disso, os cientistas usaram várias camadas empilhadas do material, no que eles chamam de "grafeno de poucas camadas".
"Nós observamos uma taxa de resposta óptica ultrarrápida usando o 'grafeno de poucas camadas', que tem aplicações interessantes para o desenvolvimento de componentes optoeletrônicos de alta velocidade. Esta resposta rápida está na parte infravermelha do espectro eletromagnético, onde muitas aplicações em telecomunicações, segurança e também na medicina estão sendo desenvolvidas," comentou o professor Enrico Da Como, coordenador do experimento.
No longo prazo, estes componentes também poderão levar ao desenvolvimento de lasers de cascateamento quântico baseados em grafeno. Esse tipo de laser semicondutor é utilizado no monitoramento de poluição, segurança e espectroscopia.
Outros estudos já demonstraram que as propriedades elétricas do grafeno podem ser controladas com luz, facilitando ainda mais sua integração com a eletrônica atual.

Fonte: http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=grafeno-internet-100-vezes-mais-rapida&id=010110130717

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Turismo catástrofe, uma atividade lucrativa do Japão a Nova Orleans

Rikuzentakata era uma cidade famosa por sua praia e por seus pinheiros majestosos no Pacífico japonês. Mas desde o tsunami de 2011 se converteu em um polo de "turismo catástrofe", uma atividade lucrativa em muitos pontos do planeta.
A atração para alguns é puramente mórbida - vontade de contemplar as desgraças alheias - mas também há os que buscam compartilhar a dor e encarar o impensável.
"A pessoa não consegue se dar conta da monstruosidade do tsunami sem vir aqui para vê-lo com seus próprios olhos", afirmou Akira Shindo, um japonês de 15 anos que mora em Nova York.
O jovem se inscreveu em um tour pelo litoral nordeste do arquipélago, onde uma onda gigantesca arrasou no dia 11 de março de 2011 tudo o que encontrou pela frente.
O tsunami e o terremoto que o precedeu, de magnitude 9, deixaram ao menos 18.000 mortos.
Um dos principais atrativos deste "Tsunamiland" é o único pinheiro que ficou de pé. Os outros 70.000 foram arrancados pelas forças da natureza.
O "pinheiro milagroso" também acabou morrendo, corroído pela água marinha, mas foram investidos 150 milhões de ienes (1,6 milhão de dólares) para reconstituí-lo. Os meios de comunicação seguiram passo a passo o processo e o tronco embalsamado se converteu em um totem contra o esquecimento.
"Era a árvore mais alta, de 27 metros", afirma Mitsuko Morinaga, um guia voluntário de 62 anos que leva os turistas pela cidade ainda desfigurada pela fúria da terra e dor mar.
"Queria impedir que a lembrança do desastre se apagasse", disse à AFP Shuichi Matsuda, o agente de viagem que organizou esta excursão de 24 pessoas. O ônibus para na frente de um pequeno altar, onde cada participante deixa uma flor, já incluída no valor do passeio.
Os turistas não demonstram nenhuma fascinação doentia. Parecem, principalmente, impactados pelo panorama da devastação e tentam expressar, quando são interrogados, o espanto pela quantidade de vítimas perdidas.
Apesar de tudo, as zonas atingidas fascinam, assim como fascinam as imagens de um domador atacado por suas feras ou de um equilibrista que cai no vazio.
Em Louisiana (sudeste dos Estados Unidos), muitos turistas seguem visitando os bairros de Nova Orleans que ficaram há sete anos sob as águas do furacão Katrina.
Os moradores de um bairro reconstruído, saturados pela curiosidade mórbida de muitos visitantes, obtiveram a proibição deste tipo de excursões.
Em um cruzamento, um cartaz afirma: "Turistas, se envergonhem. Sigam seu caminho. Estão pagando por minha dor. Aqui morreram 1.600 pessoas".
Uma porta-voz do gabinete de turismo, Lauren Cason, afirma que os visitantes são bem-vindos, mas que os habitantes gostariam que sejam vistas as coisas positivas, como os esforços para reconstruir sua vida e sua cidade.
"Tentamos destacar que (Nova Orleans) é novamente uma cidade florescente", disse Cason à AFP.
Os grandes ônibus já não vêm, mas os "voyeurs" seguem chegando.
Duas agências de turismo (das trinta que a cidade possui) propõem seus "Katrina tours". Outros curiosos vêm com seus carros ou de táxi, rastreando vestígios do desastre.
Na Nova Zelândia, os moradores de Christchurch precisaram se acostumar com estes turistas que não param de fotografar e filmar as ruínas da catedral anglicana, outrora símbolo da cidade destruída em fevereiro de 2011 por um terremoto que deixou 185 mortos.
Um estudo da universidade local indicou que os habitantes queriam, apesar de tudo, regulamentar os tours e exigiam uma atitude respeitosa de visitantes fascinados pela morte e pelas catástrofes.
No entanto, estes turistas, pouco importa suas motivações, fornecem receitas às zonas que precisam delas com urgência para os trabalhos de reconstrução.
Em Rikuzentakata, Akira Oikawa é ciente disso e vende peixe, algas e outros produtos marinhos aos turistas.
"Agradecemos que venham e comprem produtos locais", afirmou o vendedor, antes de acrescentar: "Mas dói quando nos perguntam quantas pessoas morreram aqui. Gostaríamos de receber um pouco mais de empatia", comenta.
Um total de 1.800 pessoas morreram em Rikuzentakata.

Fonte: http://noticias.terra.com.br/mundo/asia/turismo-catastrofe-uma-atividade-lucrativa-do-japao-a-nova-orleans,78905bd106430410VgnCLD2000000ec6eb0aRCRD.html

quarta-feira, 31 de julho de 2013

XKeyscore: Uma ferramenta da NSA para recolher quase tudo o que um usuário faz na internet

• XKeyscore dá  o "mais vasto alcance" de dados on-line 
• Os analistas da NSA não necessitam de autorização prévia para pesquisas 
• Varredurasde  e-mails, da atividade de mídia social e histórico de navegação 
• programa XKeyscore da NSA - lê uma das apresentações
 
XKeyscore map
Uma apresentação afirma que o programa XKeyscore cobre 'quase tudo o que um usuário comum faz na internet'

Um programa da Agência de Segurança top secret Nacional permite que os analistas de pesquisa sem autorização prévia por meio de grandes bases de dados que contêm e-mails, bate-papos on-line e as histórias de navegação de milhões de pessoas, de acordo com documentos apresentados pela denunciante Edward Snowden.A NSA possui em materiais de formação que o programa, chamado XKeyscore, é seu sistema de "maior alcance" para desenvolver a inteligência da internet.As últimas revelações vão acrescentar ao debate público e parlamentar intenso em torno da extensão dos programas de vigilância da NSA. Eles vêm como oficiais de inteligência de alto nível testemunhar o Comitê Judiciário do Senado na quarta-feira, liberando documentos classificados em resposta às histórias anteriores do Guardião de coleta a granel de registros telefônicos e Fisa vigilância supervisão judicial.Os arquivos de lançar luz sobre uma das declarações mais controversas de Snowden, feitos em sua primeira entrevista em vídeo publicado pelo The Guardian em 10 de junho."Eu, sentado na minha mesa", disse Snowden, poderia " escutar,  você ou  seu contador,  um juiz federal ou mesmo o presidente, se eu tivesse um e-mail pessoal."Autoridades dos EUA negam veementemente essa afirmação específica. Mike Rogers, presidente republicano do comitê de inteligência da Câmara, disse que a afirmação de Snowden: "Ele está mentindo É impossível para ele fazer o que ele estava dizendo que ele poderia fazer.".Mas materiais de treinamento para o detalhe XKeyscore como os analistas podem usá-lo e outros sistemas para extrair dados de agência enormes através do preenchimento de um formulário on-screen simples apenas dando uma ampla justificativa para a pesquisa. O pedido não é analisado por um tribunal ou qualquer pessoal da NSA antes de ser processado. KS1  
XKeyscore, os documentos possuem, é o sistema da NSA "maior alcance" desenvolver a inteligência de redes de computadores - o que a agência chama Intelligence Network Digital (DNI). Uma apresentação afirma que o programa abrange "quase tudo o que um usuário comum faz na internet", incluindo o conteúdo de e-mails, sites visitados e pesquisas, bem como seus metadados.Analistas também pode usar sistemas NSA XKeyscore e outro para obter a interceptação em andamento "em tempo real" de atividade de internet de um indivíduo.Sob a lei dos EUA, a NSA é necessário para obter um mandado de Fisa individualizada apenas se o alvo de sua vigilância é uma "pessoa EUA ', apesar de não ser exigida a autorização para interceptar as comunicações de americanos com alvos estrangeiros. Mas XKeyscore fornece a capacidade tecnológica, se não for a autoridade legal, para atingir até mesmo pessoas dos Estados Unidos para a vigilância eletrônica extenso sem um mandado, desde que algumas informações de identificação, como seu e-mail ou endereço de IP, é conhecido com o analista.Um slide formação ilustra a atividade digitais constantemente sendo coletadas por XKeyscore ea capacidade do analista para consultar os bancos de dados a qualquer momento.KS1O objetivo XKeyscore é permitir que analistas para pesquisar a metadados, bem como o conteúdo de e-mails e outras atividades de internet, como o histórico do navegador, mesmo quando não há nenhuma conta de e-mail conhecido (um "seletor" no jargão NSA) associado com o indivíduo sendo alvejado.Analistas também pode pesquisar por nome, número de telefone, endereço de IP, palavras-chave, o idioma em que a atividade foi conduzida internet ou o tipo de browser utilizado.Um documento nota que isso é porque "forte seleção [busca por e-mail] em si nos dá apenas uma capacidade muito limitada", porque "uma grande quantidade de tempo gasto na web é realizar ações que são anônimas."Os documentos da NSA afirmar que, até 2008, 300 terroristas foram capturados usando a inteligência de XKeyscore.Analistas advertiram que a busca no banco de dados completo para o conteúdo trará muitos resultados para peneirar. Em vez disso, são aconselhados a utilizar os metadados também são armazenados em bancos de dados para diminuir o que analisar.Um slide intitulado "plug-ins" em um documento dezembro 2012 descreve os vários campos de informação que podem ser pesquisados. Ele inclui "todos os endereços de e-mail visto em uma sessão por tanto nome de usuário e domínio", "cada número de telefone visto em uma sessão (por exemplo, entradas da agenda ou bloco de assinatura)" ea atividade do usuário - "o webmail e atividade de bate-papo para incluir nome de utilizador, buddylist , máquina de cookies específicos etc. "

Monitoramento de e-mail 
Em uma segunda entrevista Guardian, em junho de Snowden elaborado em sua declaração sobre ser capaz de ler e-mails de qualquer indivíduo se ele tivesse o seu endereço de e-mail. Ele disse que o pedido foi baseado em parte os recursos de pesquisa e-mail de XKeyscore, que Snowden diz que ele foi autorizado a usar, enquanto trabalhava como Booz Allen contratada para a NSA.Um documento secreto descreve como o programa "buscas dentro de corpos de e-mails, páginas da web e documentos", incluindo o "To, From, CC, Bcc" e "Fale Conosco" páginas em sites ".Para procurar e-mails, um analista, utilizando XKS insere o endereço de e-mail do indivíduo em uma forma simples de busca on-line, juntamente com a "justificação" para a pesquisa eo período de tempo durante o qual os e-mails são procurados.KS2

  KS2

KS3edit2

O analista, em seguida, seleciona qual desses e-mails retornados que querem ler, abrindo-os em software de leitura de NSA.O sistema é semelhante à maneira em que os analistas da NSA geralmente pode interceptar as comunicações de qualquer um que eles escolherem, inclusive, como um documento NSA colocou, "as comunicações que o trânsito nos Estados Unidos e comunicações que terminam nos Estados Unidos".Um documento, um guia superior segredo 2010 descrevendo a formação recebida pelos analistas da NSA para a vigilância geral, sob o Alterações Act
Fisa de 2008 , explica que os analistas podem começar a vigilância sobre qualquer clicando alguns simples menus pull-down projetados para fornecer tanto legal como alvo justificativas. Uma vez que as opções nos menus pull-down são selecionados, o seu alvo está marcado para vigilância eletrônica eo analista é capaz de analisar o conteúdo de suas comunicações:KS4Chats, histórico de navegação e outras atividades de internetAlém de e-mails, o sistema permite que os analistas XKeyscore para monitorar uma variedade quase ilimitada de outras atividades de internet, incluindo aqueles dentro de mídias sociais.Uma ferramenta NSA chamado DNI Presenter, usado para ler o conteúdo de e-mails armazenados, também permite que um analista, utilizando XKeyscore para ler o conteúdo do Facebook chats ou mensagens privadas.

Fonte: http://www.theguardian.com/uk

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...