sexta-feira, 28 de abril de 2017

China arma-se contra THAAD dos americanos !

Dois dias depois que os militares dos EUA começaram a mover o controverso sistema anti-mísseis THAAD para o seu local de implantação em um campo de golfe sul-coreano (sobre os protestos de centenas de moradores que foram prontamente acalmados quando a polícia apareceu), apesar dos protestos vocais da China que "se opõe resolutamente" ao desdobramento do THAAD e acredita que tal medida desestabilizará o equilíbrio regional de poder, a China disse na quinta-feira que fará exercícios de fogo ao vivo e testará novas armas para proteger sua segurança nacional.
"O desdobramento do sistema anti-mísseis THAAD na Coréia do Sul prejudica o equilíbrio estratégico regional e a estabilidade." O porta-voz do Ministério da Defesa Yang Yujun disse aos repórteres na quinta-feira quando perguntado sobre o sistema de defesa da área de alta altitude terminal.
Ele também disse que "os militares da China continuarão a realizar exercícios militares de fogo vivo e testar novos equipamentos militares, a fim de garantir firmemente a segurança nacional e a paz regional e estabilidade", disse ele, como citado pela Reuters.Pequim tem sido um opositor franco de THAAD sobre temores de que minará suas próprias capacidades de dissuasão. Em março, o editorial do jornal Global Times disse que Washington deveria "pagar o preço" pela implantação do sistema, que, segundo ela, "estava na porta da China". Enquanto isso, os EUA insistem que o sistema é para fins puramente defensivos, contra quaisquer potenciais ataques de Pyongyang. O Almirante Harry Harris disse ao Congresso na quarta-feira que "não representa ameaça à China".
A China discorda.
Como relatamos na época, uma instalação THAAD, que foi transferida para um campo de golfe em Seongji, na Coréia do Sul, na terça-feira, foi projetada para interceptar mísseis balísticos de curto, médio e médio alcance durante sua fase de vôo terminal. Está equipado com radar de longo alcance e acredita-se ser capaz de interceptar mísseis balísticos de alcance intermediário da Coréia do Norte. O sistema estará operacional nos "próximos dias", de acordo com Harris.Como acrescenta a Reuters, as declarações do Ministério da Defesa chinês vêm quando os EUA continuam a exortar Pequim a pressionar a Coréia do Norte, já que a China é a principal linha de vida econômica do país. Referindo-se às tensões crescentes entre Washington e Pyongyang na quinta-feira, a China disse que aprova uma recente declaração do governo Trump, segundo a qual a Casa Branca ainda está "aberta a negociações" para alcançar estabilidade e "desnuclearização pacífica" na Península Coreana.Quando perguntado sobre tais declarações, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês, Geng Shuang, disse que Pequim observou que muitos funcionários americanos fizeram comentários semelhantes recentemente."Observamos essas expressões e tomamos nota da mensagem transmitida nessas expressões na esperança de resolver pacificamente a questão nuclear coreana através do diálogo e da consulta", disse ele. "Acreditamos que esta mensagem é positiva e deve ser afirmada."No início desta semana, a China pediu contenção de todos os lados do conflito durante um telefonema com o presidente dos EUA, Donald Trump, cuja administração continua a afirmar que "todas as opções estão sobre a mesa" quando se trata da Coréia do Norte.Até agora, além de se envolver em uma manobra maciça de fogo vivo na Terça a Coréia do Norte se absteve de qualquer jogada provocativa.

Fonte: https://undhorizontenews2.blogspot.pt/

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...