sexta-feira, 30 de junho de 2017

Senador russo adverte os Estados Unidos por estarem a preparar provocação para atacar a Síria !

nullO senador russo Alexei Pushkov adverte que os Estados Unidos estão preparando uma falsa "provocação" de bandeira como pretexto para lançar um assalto militar à Síria.
Respondendo a um relatório da CNN de que os Estados Unidos "tem navios e aeronaves no local para atacar a Síria", o presidente solicitou que ele fosse o precursor de um incidente encenado.
"Os Estados Unidos colocaram a Marinha e a Força Aérea em alerta, e estão apenas esperando uma desculpa para atacar a Síria. Assad não lhes dará uma. "Isto, escreveu Pushkov, torna" o momento perfeito para uma provocação ".
No início desta semana, a administração alertou Bashar Al-Assad que os EUA estavam cientes de novos preparativos para um ataque químico e que ele pagaria um "preço pesado" por qualquer ação desse tipo.
Isto foi seguido por um tweet da embaixadora Nikki Haley, no qual afirmou: "Qualquer ataque adicional ao povo da Síria será culpado de Assad, mas também da Rússia e do Irã que o ajudam a matar seu próprio povo".
Na quarta-feira, a porta-voz da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders, indicou que o aviso do governo Trump a Assad tinha sido "bem-sucedido", mas a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, tomou a iniciativa como "um sinal de alerta de uma intervenção".
"A campanha, que foi iniciada pelos EUA e que está sendo apoiada por Londres e Paris, sobre o suposto ataque químico que se afirma ser preparado por Damasco, não é original, é um script de livro de texto, que já foi usado em vários países na região ", disse Zakharova.
"A situação parece ser uma provocação maciça, tanto militar como informativa, uma provocação que visa não só a liderança síria, mas também a Rússia", acrescentou.
Em abril, a administração do Trump lançou 59 mísseis de cruzeiro contra um aeródromo sírio que afirmou ser a base para aeronaves do governo que realizaram um ataque de armas químicas em Khan Shaykhun.
A decisão causou uma divisão entre a base de Trump, porque ele correu especificamente a promessa de não conseguir que os Estados Unidos se enredassem em mais conflitos do Oriente Médio que levam à derrubada de líderes seculares.

Fonte: https://undhorizontenews2.blogspot.pt/

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...