sábado, 25 de abril de 2015

Cavernas lunares com quilômetros de largura podem abrigar cidades humanas

Túneis naturais deixados por fluxos de lava na Lua podem alcançar proporções gigantescas de até 5 quilômetros, prevê um novo modelo. Eles são locais promissores para futuras bases lunares humanas na Lua.

O túneis de lava são formados quando uma camada externa de fluxo de lava resfria o suficiente para formar uma casca dura, enquanto a parte interna, que é mais quente, permanece fluída. A lava provavelmente drena o local, deixando para trás um túnel natural. Tais formações são abundantes em algumas regiões da Terra, e suspeita-se que isto também ocorra na Lua.

Graças à baixa gravidade, os tubos lunares podem ser mais largos do que os que ocorrem na Terra, e um novo projeto de modelo computacional, trabalhado por David Blair e seus colegas da Universidade Purdue, demonstra que o limite teórico é de 5 quilômetros.

“Descobrimos que, se tubos de lava lunar existirem com um formato resistente em arco, igual aos da Terra, ele seriam estáveis em tamanhos de até 5.000 metros de largura“, disse Blair na 46ª Conferência de Ciência Lunar e Planetária (sigla LPSC em inglês), no Texas – EUA.

“Isto não seria impossível na Terra, mas a gravidade é muito mais baixa na Lua e a rocha lunar não precisa aguentar as mesmas condições de clima e erosão. Em tese, enormes tubos de lava – grandes o suficiente para abrigarem uma cidade – poderiam ser estruturalmente estáveis na Lua.”
Purdue University / Courtesia de David Blair
A imagem acima mostra uma ilustração da cidade de Filadélfia, dentro de uma enorme caverna. Expectativas mais realísticas seriam de 1 quilômetro de largura, mas ainda assim é muito maior do que meras centenas de metros, como estimado em estudos anteriores. A tentativas anteriores de modelar os tubos de lava lunar foi publicada em 1969.

Os pesquisadores calcularam a estabilidade dos tubos de lava, de acordo com seus tamanhos, rigidez dos tetos, rigidez da lava resfriada e se o resfriamento deixou uma única camada de lava, ou muitas camadas finas.

Entre as muitas dificuldades que os construtores de uma base lunar teriam que enfrentar, seria a de protegê-la de um ambiente hostil, que inclui diferenças extremas de temperatura, exposição à radiação cósmica e o risco de impacto por micro meteoros. Ao colocar a base dentro de um tubo de lava, os riscos seriam muito menores e a tarefa muito mais fácil.

Como benefício extra, os tubos são formados ao longo de suaves colinas e seriam encontrados em áreas onde as planícies da Lua se encontram com as regiões altas, assim uma base colocada num desses tubos teria ótimo acesso à uma variedade de terrenos e recursos correspondentes.

Um tubo de lava lunar ainda tem que ser descoberto, embora há pontos suspeitos de entradas, deixados por paredes que entraram em colapso.
 
Fonte: http://ovnihoje.com/2015/04/25/cavernas-lunares-com-quilometros-de-largura-podem-abrigar-cidades-humanas/#axzz3YMP3hqT5

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...